Assine a feed desta seção!
Assine os comentários do site
Siga o Delfs no Twitter!

Título original: Brother Bear
País de origem: EUA
Ano: 2003
Nota:



Irmão Urso

Publicado em 19/1/2004 às 16:55


Padrão Disney de qualidade. Estas quatro palavras definem perfeitamente o que se pode esperar de Irmão Urso. Para alguns (como eu), isso significa um desenho caprichado, bem animado, com um roteiro que privilegia valores de família, amizade e paz. Para outros (acredite, eles existem), isso reflete uma película brega, sentimentalóide e ultrapassada.

Todos estes elementos, para o bem ou para o mal, estão presentes em Irmão Urso, a penúltima tentativa da Disney no terreno da animação tradicional.

A trama é a seguinte: Kenai é um jovem brincalhão e irresponsável que teve o irmão mais velho morto em um combate com um urso. Com raiva, ele decide sair em uma cruzada de vingança contra o urso responsável. Para ensinar uma lição ao rapaz vingativo, os grandes espíritos o transformam em um urso. Pronto, a confusão está armada. E agora, o único jeito de Kenai recuperar a forma humana é encontrar e escalar a montanha mais alta, em busca dos espíritos que o amaldiçoaram na esperança de que eles concedam seu desejo.

Essa é basicamente toda a estória. A partir daí são utilizados todos os clichês que a Disney não se cansa de usar (nem o público de assistir). No caminho, Kenai encontra o ursinho Koda – o típico personagem que não pára de falar - que foi separado de sua mãe e a tradicional dupla cômica, aqui representada por dois alces bem atrapalhados. Apesar da presença dos alces, a cena mais engraçada do filme é protagonizada por uma dupla de bodes cuja participação fica, infelizmente, limitada apenas a essa seqüência e a uma tiradinha previsível, mas engraçada, durante os créditos.

Tudo isso é permeado pela sempre presente “lição de moral Disney”, pela animação cuidadosa e extremamente colorida – a cena da transformação de Kenai é lindíssima – e pelos personagens bem desenhados, com um estilo similar a Lilo & Stitch. Para completar, a odisséia de Kenai é embalada por uma bela trilha sonora, de autoria de Phil Collins que, ao contrário de filmes como O Rei Leão, não é cantada pelos personagens, está presente apenas para envolver a ação.

Outro ponto positivo para Irmão Urso vai para a dublagem. Ao contrário de outras produções que contam com nomes famosos - Marco Nanini e Luís Fernando Guimarães fazem os alces e Selton Mello faz Kenai – a dublagem de Irmão Urso é caprichada e não faz o espectador ficar pensando “Como eu queria que tivesse uma versão legendada nos cinemas” o tempo todo.

Enfim, Irmão Urso é um típico desenho da Disney. Se você não gosta, passe longe. Se gosta, pode assistir sem medo. Afinal, é da Disney.

Leia mais sobre Disney.




 

30/7/2015 - Adeus à Linguagem
30/7/2015 - Expresso do Amanhã
29/7/2015 - D.U.F.F.
29/7/2015 - Sobrenatural: A Origem
23/7/2015 - O Que as Mulheres Querem
22/7/2015 - Pixels
21/7/2015 - A Forca
16/7/2015 - O Ciclo da Vida
15/7/2015 - O Conto da Princesa Kaguya
10/7/2015 - Homem-Formiga
9/7/2015 - Cidades de Papel
8/7/2015 - Samba
1/7/2015 - O Exterminador do Futuro: Gênesis
25/6/2015 - Minions
24/6/2015 - Jauja
24/6/2015 - Virando a Página
23/6/2015 - Meu Passado Me Condena 2
18/6/2015 - Jessabelle – O Passado Nunca Morre
18/6/2015 - Minha Querida Dama
17/6/2015 - Enquanto Somos Jovens
1234567... 63


· Busca Avançada

Login
Senha
Lembrar de mim:
Ainda não é cadastrado?
Então clica aqui!







Copyright © Delfos 2004 - .